Especial Mês Mariano

O amor exige presença. Quem ama gosta de estar perto da pessoa amada, gosta de olhar nos olhos e sentir-se envolto pela ternura. Na história da Igreja, os cristãos sempre buscaram formas de cultivar e enaltecer a relação de amor para com Nossa Senhora, seja através da música, da poesia, das litanias, ou da pintura.

Mesmo sem ter registros históricos, acredita-se que quem primeiro retratou a face de Nossa Senhora foi o Evangelista São Lucas, que teria pintado o quadro de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro. E em homenagem a ele que celebramos o dia do pintor no mesmo dia que a Igreja celebra a sua memória. São Lucas foi um dos primeiros missionários do mundo greco-romano.

Seu nome aparece nas cartas do Apóstolo Paulo, apresentado como seu companheiro nas lutas pela evangelização. Seu nome está gravado na memória dos cristãos, associado ao Evangelho que ele narrou e também ao livro dos Atos dos Apóstolos.

Seus escritos revelam, de maneira encantadora, o seu carinho para com a Mãe de Jesus e nossa mãe. Nenhum outro evangelista narrou com tanta ternura a anunciação do anjo, a visita de Maria a sua prima Isabel, e também a infância de Jesus.

Além dos escritos, Lucas, com a sua habilidade de pintor, retratou o rosto iluminado e iluminador de Nossa Senhora no belíssimo quadro que hoje é conhecido no mundo inteiro: Nossa Senhora do Perpétuo Socorro! Quem olha para o quadro, sente-se acompanhado pelo olhar de Maria, sente-se iluminado pelo seu amor.

Com o mesmo desejo de colocar-se sob o olhar amoroso de Nossa Senhora, milhares de pessoas têm modelado imagens, realizado pinturas, verdadeiras obras de arte que estabelecem essa interligação afetiva, amorosa, de proximidade e aconchego.

Em cada representação percebe-se o carinho das pessoas que buscaram, através daquela pintura ou escultura, manifestar o seu carinho para com a Mãe. Fazendo uso da linguagem plástica, silenciosa e cheia de ternura, mãos habilidosas trazem para perto de nós o olhar carinhoso de nossa mãe celestial.

Como é bom saber que temos uma mãe carinhosa que sempre olha por nós, caminha conosco pelas estradas da vida, guarda-nos sob o seu manto de amor e conduz nossos passos ao encontro de seu Filho, Nosso Senhor Jesus Cristo!

Nossa Senhora é a mãe carinhosa que nos ama, mesmo quando nada fazemos para merecer o seu amor. Seguramente, é nessas horas que dela nós mais precisamos.

Cada vez que nos colocarmos diante de uma representação de Nossa Senhora, seja uma pequena imagem, uma pintura, ou um santinho de bolso, que nosso pensamento se eleve ao céu para contemplar aquela que nos trouxe o seu filho, o nosso salvador.

Que o nosso coração se aqueça com a sua ternura e que o amor seja acolhido em nossas vidas, para que possamos caminhar com mais segurança, fazendo com que, através de nossas palavras e ações, Cristo seja levado ao encontro das pessoas com quem convivemos, suscitando a mesma alegria que inundou o coração de Isabel, quando Maria levou Cristo ao seu encontro.

Por Pe. Vicente André, C.SS. R 
Revista de Aparecida – Campanha dos devotos.

Anúncios